Controle de importação: o que é e por que usar um software!

pessoas olhando um mapa em azul

A entrada de produtos vindos de outros países para o Brasil segue um protocolo importante, que ajuda na correta fiscalização dessas mercadorias e traz benefícios tanto para a Receita quanto para as empresas: estamos falando do controle de importação!

É por meio desse processo que a equipe da empresa de comex responsável por essa demanda pode acompanhar de perto todas as etapas da transação comercial, inclusive evitando erros e até reduzindo custos.

O valor das importações é imensurável para o comércio internacional, uma vez que permite às empresas expandir suas operações, acessar novos mercados e garantir muito mais opções de compra aos seus consumidores.

Essencialmente por conta do impacto das importações na economia brasileira é que processos como o controle de importações deve ser feito com atenção — de acordo com matéria da Agência Brasil, a balança comercial deve ter superávit recorde de US$ 86,472 bilhões para este ano.

Para falar mais sobre como funciona o processo de importação no Brasil, Narwal Sistemas, sua empresa especialista em gestão de comex, preparou um conteúdo mais que especial!

Confira aqui nosso guia completo sobre controle de importação e porque faz toda a diferença usar um software para otimizar os resultados dessa demanda.

Acompanhe até o final para tirar todas as suas dúvidas. Boa leitura!

Quer saber quais são os principais custos de importação? Temos um conteúdo dedicado a esse tema: leia aqui.

O que é controle de importação?

O controle de importação é um processo, de caráter estratégico e operacional, que as empresas e governos dos países utilizam para gerenciar e regular a entrada de produtos e mercadorias vindas de fora para o seu território.

Com esse controle performando de maneira eficaz, fica garantida a conformidade com as regulamentações comerciais e aduaneiras, bem como as de nível fiscal e de segurança.

Ainda, esse controle desempenha um papel importante na eficiência das operações de importação como um todo.

Como funciona o controle de importação?

Quando falamos da relação das empresas com esse controle, nos referimos a diversas responsabilidades dentro de etapas essenciais para a eficiência dessa fiscalização.

Isso porque trazer produtos de outros países não é uma tarefa fácil, envolvendo uma série de detalhes como a execução das operações de importação, incluindo a compra das mercadorias, o transporte, o desembaraço aduaneiro e o armazenamento temporário. 

Nesse estágio, é fundamental garantir que todos os documentos, como faturas comerciais, conhecimentos de embarque e certificados de origem, estejam em conformidade com as regulamentações locais e internacionais.

Além disso, esse controle também compreende a gestão de custos, que abrange não apenas o preço das mercadorias em si, mas também despesas como frete, seguro, armazenagem e tarifas alfandegárias. 

Outro aspecto fundamental do controle de importação é a gestão de estoque. 

Manter um equilíbrio adequado entre a oferta e a demanda, evitando estoques excessivos ou insuficientes, é crucial para otimizar a eficiência operacional e evitar custos adicionais. 

Para isso, muitas empresas utilizam sistemas de gestão de estoque avançados.

Qual a importância de manter o controle de importação?

No contexto empresarial, o controle é crucial para garantir o sucesso das operações internacionais: é ele quem permite que as empresas cumpram as regulamentações aduaneiras, evitando penalidades legais, atrasos e perdas financeiras.

Além disso, ele ajuda as empresas a gerenciar seus custos efetivamente, identificando oportunidades de redução de despesas e otimização de processos.

Já na perspectiva governamental, o controle é essencial para proteger a economia nacional e a segurança pública. 

Os órgãos alfandegários e de controle das importações desempenham um papel fundamental na aplicação de leis e regulamentos, garantindo que as mercadorias importadas atendam a padrões de segurança, qualidade e conformidade.

Qual o documento que controla o despacho de importação?

A base para um controle correto de importações é um documento indispensável nessas operações: a Ficha de Conteúdo de Importação, ou FCI.

A entrega desse documento é feita por um programa específico disponibilizado gratuitamente pelo Governo Federal, e é uma obrigação para empresas que realizam esse tipo de serviço de comex.

O que é Ficha de Conteúdo de Importação?

É a FCI que reúne todos os dados necessários para determinar o percentual dos insumos importados sobre o valor de uma mercadoria, bem como identificar seus respectivos contribuintes.

Como citamos, todas as empresas que importam cargas ou possuem algum item importado na composição de um produto devem entregar essa ficha, mas as exceções são:

  • revendedores de produtos importados;
  • empresas que vendem produtos no país, mas não os industrializam;
  • contribuintes do ICMS que importam insumos, mas que não possuem finalidade comercial.

Como fazer ficha de conteúdo de importação?

portuário

O convênio ICMS 38/2013 apresenta as informações completas sobre o preenchimento de demais considerações importantes acerca da FCI.

Separamos abaixo os principais dados que devem compor esse imprescindível documento fiscal:

  • unidade de medida;
  • valor total da saída interestadual;
  • código do bem ou da mercadoria;
  • conteúdo de importação calculado;
  • código de classificação na NCM/SH;
  • valor da parcela importada do exterior;
  • descrição da mercadoria ou bem resultante do processo de industrialização;
  • código de Numeração Global de Item Comercial quando este for necessário.

A FCI deve ser entregue todo mês, mesmo que a mercadoria não tenha saído da empresa; ainda, ela deve ser apresentada em um campo específico da NF-e.

Qual a vantagem de usar um software de controle de importação?

Demandas como o preenchimento e entrega de documentos de grande importância fiscal são parte da rotina de empresas de comex — mas não são a única responsabilidade do negócio.

Logo, para evitar esquecimentos, erros, e comprometer a regularidade da sua empresa junto ao Fisco, por que não automatizar processos assim usando um software especializado?

Com um sistema assim, é possível receber informações em tempo real sobre status de pedidos e ter uma visibilidade completa da cadeia de suprimentos com informações de embarques e de documentos essenciais, além de várias outras funcionalidades.

Como a Narwal Sistemas pode te ajudar com o controle de importação

Narwal é uma empresa líder no mercado quando o assunto é gestão inteligente de comércio exterior, e pode contribuir com o controle de importações da sua empresa!

Com o Narwal você pode contar com robôs integradores que garantem agilidade, automação e velocidade ao seu processo. 

Além disso, é possível cotar frete de forma automatizada verificando todos os valores antes da tomada de decisão – assim, você tem todas as informações sobre o seu processo pelo WhatsApp e mais uma série de outras soluções que vão alavancar os resultados da sua empresa.

Conheça aqui o que Narwal pode oferecer para o seu negócio! Explore nosso software.

Conclusão

Em resumo, o controle de importação é um processo complexo que envolve uma série de atividades, desde o planejamento até a execução e monitoramento, tanto para empresas que desejam importar produtos quanto para a regulamentação do comércio internacional. 

O objetivo principal é garantir que as mercadorias importadas atendam às regulamentações e padrões aplicáveis, ao mesmo tempo em que se otimiza a eficiência e se minimizam os custos associados à importação.

Para ter um controle de importações eficiente na sua empresa, conte com Narwal Sistemas!
Leia mais dicas e informações úteis para o seu negócio aqui no blog completo do Narwal.

Share the Post:

Leia também